31 de dezembro de 2009

Retrospectiva 2009

Pois é, 2009 se foi. Foi um ano de... 365 dias! Bom, mas vim compartilhar minha avaliação do que foi o meu ano de 2009. Pois bem, vejamos....

O início do ano veio com os preparativos finais de uma grande festa e uma grande viagem. Logo no décimo dia do ano comemorei minha formatura com meus familiares e os bons amigos. Uma semana depois estava pisando em solo europeu. Foi uma viagem maravilhosa sem dúvida alguma. Tive a felicidade de rever minha então namorada e a decepção de perdê-la pelos percalços desconhecidos da vida. Pude rever um grande amigo, o Toddy, e sua maravilhosa família que me receberam como família mesmo. Visitei inúmeros lugares incríveis, conheci as mais diversas pessoas e diferentes culturas. Me diverti como criança com amigos até então desconhecidos se jogando bolinhas de neve. Consegui uma vaga no mestrado da Universidade de Londres. Fiz passeios com meu grande amigo de escola e quase vizinho Paulinho. É, o mundo costumava ser maior...

Voltei, em abril, com muita experiência nova e histórias para contar. E sem saber direito o que fazer da vida. Matei a saudade do xis e do bom churrasco. Retornei a companhia dos bons amigos. Iniciei um novo romance que perdura maravilhosamente bem até hoje. Lígia, te amo! Conheci 4 americanos super parceiros. Fui padrinho de casamento dos meus primos. E curti algumas quintas-feiras de Mississippi...

Toquei bastante com minhas bandas. Toquei em lugares diferentes. Toquei coisas diferentes. Toquei com pessoas diferentes. Gravei um EP o qual ainda estou divulgando. Fui em vários shows bons e de tirar o fôlego. Sepultura, Faith No More, AC/DC... Vi a Black Bandana crescer! Vi grandes espetáculos da Faby, sendo o mais importante o seu sorriso alegre de missão cumprida...

Fiz outra boa viagem, desta vez para Buenos Aires. Vi meu time ser humilhado. Não trabalhei muito como nos outros anos, mas também não foi pouco. Troquei de trabalho. Apostei no novo. Conheci mais músicos e aprendi bastante com eles. O balcão do Vagão ficou com alguns lugares demarcados. O palco do Vagão virou quase uma segunda casa. Garanto que o Pubby não vai mais me deixar fazer aquelas chinelagens....

O mais importante de tudo foi a maneira que vivi esse ano de 2009. Não me preocupei com o futuro, nem com expectativas de terceiros, nem com planos que pudessem dar errado. Consegui viver um dia após o outro. Consegui aproveitar cada dia, cada hora, cada momento. Antes tinha medo de não ter um futuro encaminhado. Hoje, por vezes, tenho medo de ter um futuro encaminhado. Não sei o que vai ser o meu futuro e não tenho receio algum quanto a isso. Sei que devo continuar vivendo do jeito que as coisas estão indo... dia após dia...

Quero agradecer a minha família, a minha família na Itália (Toddy, Lê, Thui, Andiiiiiiiiii... Maurão e Sabry, Paulinho agora na Irlanda), a Lohana, a galera da 195, aos bons amigos daqui, a Lígia... Quero parabenizar a Faby e o Rafa pelas conquistas! Quero mandar um forte abraço de dindo pro Vini e pra Rafa! Quero desejar felicidades ao novo casal Thiago e Carol! Quero desejar o melhor para a Bruna com quem pude aprender muita coisa! Quero agradecer ao meu pai pelos seus ensinamentos mais que importantes e a minha mãe por estar sempre do meu lado!

FELIZ ANO NOVO!

Veja o mundo num grão de areia, o céu em um campo florido, guarde o infinito na palma da mão e a eternidade em uma hora de vida. (William Blake)

30 de dezembro de 2009

Bohemian Rhapsody

Esse post dedico aos amigos da Agente Ed, que fazem um trabalho super bacana e diferente nas bandas de rock atuais, trabalham muito bem as vozes. E como trabalham elas! Passar pouco mais de uma hora de ensaio para acertar meia dúzia de frases... bota perfeccionismo nisso! Até pedi pra acompanhar de perto certa feita. Não pude ir ao show deles tributo a Queen, mas tenho certeza que foi ótimo, a contar pelos ensaios que presenciei. Então, dedico a persistência deles esse vídeo dos Muppets... Enjoy!



Amanhã, como não pode faltar no final do ano, uma retrospectiva...

Anyway the wind blows...

29 de dezembro de 2009

Ticketboster II

E a Ticketboster anda querendo se fuder mesmo... Ia comentar isso muito antes mas havia decidido deixar de lado, porém resolvi falar por um novo fato que entra no mesmo assunto...

A Ticketmaster foi roubada! Lotes de ingressos para os shows do Metallica, Coldplay e Cranberries foram roubados. Como? Não sei. Não me interessa. O meu ingresso pro Metallica já tava garantido e não foi através da Ticketboster, graças ao João... hehehe... Bem feito mesmo! E ainda, como era de se esperar, o site estava inacessível para comprar ingressos na hora que ficou disponível para tal, mais uma vez... Não aprendem!

O novo fato, que também envolve o meio virtual de comunicação, é esse impasse de conseguir acessar os sites do Blogger. Iria chamar de Boster, mas a culpa não é deles. Ou melhor, é parcial, pois não fizeram nada para sanar o problema. Nos últimos 4 dias, se não me engano, não consegui acessar nenhum blog do Blogspot. Em raros momentos era possível visualizar, mas logo o acesso era impossível novamente. Estava muito puto com isso tudo pois queria postar meus pensamentos diários e não estava conseguindo. Eis que em um momento de abertura virtual a la Stargate, postei tudo de uma vez, retroativamente como já aconteceu... Como era previsto, caiu fora do ar novamente. Bem legal! Percebi que o problema era no Brasil inteiro, contudo havia muita gente que conseguia acessar sem problema algum. Diaxo!

Pipocou a verdade... a Oi estava restringindo o acesso aos sites do Blogger. Como? Não sei, mas tinha muita gente puta da cara com a Oi por causa disso. Estou aproveitando o momento para postar agora. Se vou conseguir nos próximos dias, não sei...

28 de dezembro de 2009

The Plot IV

Para finalizar, um post simples dando a solução que todos já sabem... Falei do respeito, da fama, da mídia... agora da solução... EDUCAÇÃO!

Sem dúvida alguma a educação é a solução de tudo. A mídia tem essa responsabilidade também, mas é uma responsabilidade secundária. A primária vem da escola e principalmente dos pais. Se estes educarem a criança a ser culta, esta não irá estar a mercê das vulgaridades da televisão e outras mídias. Caso contrário, você já sabe o que acontece...

O grande lance não está mais em educar para dizer o que é certo, mas em educar para conseguir mudar o que está errado em detrimento da boa cultura. Muita gente sabe que há muita coisa errada, porém não faz nada contra isso. Talvez uma herança cultural, o que é pior, pois torna todo o processo mais difícil. Todavia, não impossível! Tenhamos como exemplo o caso do Rage Against X-Factor. Com ação podemos desmantelar essa trama, esse conluio, this plot...

Se você é um dos que fala que vive "nessa merda de país", lembre-se que é você quem faz o país. Todos tem aquilo que faz por merecer...

27 de dezembro de 2009

Uma Noite Épica

Última festa do ano no Vagão Bar... frase da noite: "Perdemos o controle"

Quem não foi, PERDEU! Quem não ficou até o final, PERDEU!

Bons amigos presentes, show da Mouai bem legal, show de blues interessante, show de Ramones que não via há tempo, show de babaquices e canalhices marotas...

Churrasco... sim, churrasco! Pipoca, rodada dupla, atendente beuda dançando metal como se fosse funk, pipoca no decote, boca no decote...

Mercenárias dando de mercenárias, Mercenárias fazendo o que deveriam fazer, Mercenárias se divertindo...

Homem ao mar... no palco!!!

Eleição de TOP 1...

Folclore...

Um registro...

26 de dezembro de 2009

The Plot III

Vimos a importância do respeito e como se gera a fama. Acabei por falar que era necessário respeitar a fama por mais ridícula que seja simplesmente por se tratar de gosto. Agora, complementando a idéia de que a mídia está interessada em mostrar o que o povo quer, venho falar sobre o papel dela.

A principal mídia atualmente ainda é a televisão. As emissoras de TV são empresas, ou seja, visam o lucro. Para lucrar devem oferecer o que os clientes querem, o que os clientes gostam. Então se os espectadores querem ver bunda, terão bunda! Elaia...

As emissoras de televisão tem uma grande responsabilidade. Através da caixa colorida que às vezes faz plim plim, muitas pessoas começam a dissernir o que é certo ou errado, a aprender sobre o que é mostrado e a se interessar pelo que é transmitido. Sendo assim, se a TV somente mostrar jogos de futebol com propagandas de cerveja, o número de frequentadores de buteco de esquina aumentará. Se o apelo sexual para gerar mais audiência for grande, crianças irão iniciar sua vida sexual mais cedo. Tanto que na minha época não se via tanta gurizadinha de 11 ou 12 anos se pegando e amassando em qualquer lugar com roupas que até Carla Perez não usaria.

Agora, imagine se as emissoras se preocupassem em transmitir coisas mais sérias, talvez não tão sérias, mas inteligentes. Iria ser magnífico! O problema da TV é que ela é um meio monólogo, ou seja, não há a possibilidade de dialogar e debater. É aquilo que está sendo transmitido e deu! Por isso que a Internet é a salvação... É um meio simples, rápido e muito vasto para se ver diversas opiniões diferentes com possibilidade de troca fácil de informações. Esta aliada a uma boa educação pode melhorar e/ou mudar o mundo sem grandes problemas.

TO BE CONTINUED

I'll be back... one more time...

25 de dezembro de 2009

O Natal

É incrível como uma data pode acabar com o sentido de uma palavra. Quando se fala em natal o que lhe vem a mente? Papai Noel, presente, Jesus, Coca-Cola, amigo secreto, missa, férias, pipipi... Alguém usa a palavra "natal" em algum outro contexto? Dificilmente, apenas na batida expressão "cidade natal", mas ainda assim as pessoas não ligam muito bem o sentido da palavra.

Natal é algo relativo ao nascimento ou ao lugar de nascimento. Beleza, tranquilo, todo mundo sabe disso. Porém só é utilizado na expressão que acabei de dizer ou para caracterizar o nascimento de um único ser que sabe-se lá se existiu, Jesus. Fora isso, ninguém usa... Engraçado não?!?

Bom, sou contra qualquer religião e acho meio ridícula toda essa festividade quanto ao sentido real e como é comemorada. De qualquer forma é um momento muito prazeroso para mim pois é a oportunidade que posso encontrar toda a família reunida (e é grande!). Assim, o 25 de dezembro é uma data bem interessante e especial para mim... Sendo assim, FELIZ 25 DE DEZEMBRO!!!


Ah, o apelo sexual...

24 de dezembro de 2009

The Plot II

Após vermos que o grande lance é o respeito mútuo, passo ao próximo tópico: a fama.

Esta vem invariavelmente da divulgação. Aí está a peça chave! Por que as pessoas divulgam tal artista, tal acontecimento ou seja lá o que for? Porque é muito bom, porque é deveras ruim, porque é espantoso, porque é bonito, porque tem apelo sexual e assim por diante. Resumindo, porque tem algo que merece ser visto, algo que chamou atenção. Pode ser um talento incrível como uma bunda bem generosa... Pode ser Susan Boyle como Geyse Arruda...

O apelo sexual definitivamente é o jeito mais fácil para alcançar a fama. Como a própria Lily Allen canta: I'll take my clothes off and it will be shameless, cause everyone knows that's how you get famous... Quer um exemplo de sucesso proveniente da babaquice do apelo sexual? Lembra do programa Fantasia? Éééééé amigo... Aí você se pergunta, como é possível um programa desses ir ao ar? Pois é...

Novamente, apesar de parecer tudo muito vulgar e que a ética está imersa no Tietê, deve-se respeitar. Sim, respeitar! Pois alguém se interessou, gostou e divulgou. E assim por diante até virar uma febre. A mídia está interessada a mostrar o que o povo quer. São gostos...

TO BE CONTINUED

I'll be back, again...

23 de dezembro de 2009

The Plot I

Após os comentários da Lí, da Aline e da Marina no post anterior, fiquei motivado a escrever um pouco sobre estilos e coisas do tipo. Gêneros, tribos, culturas diferentes tendem a criar preconceitos e desentendimentos. Como a própria palavra diz é um pré conceito, é julgar o livro pela capa, o que muitas vezes é errôneo e gera as mais diversas surpresas.

O problema está em respeitar o gosto do outro. Afinal, gosto não se discute. Vou me ater mais a música. Sou um rockeiro e não gosto de música eletrônica. Há quem ame música eletrônica e odeie rock. Pra mim parece inadmissível, pois o rock é uma coisa bem elaborada e facilmente adaptável para expressar qualquer coisa at all, enquanto o bate estaca é simplesmente uma combinação de reles programações. Fui preconceituoso? Talvez... Explico. Se alguém me mostra que tal som é psy, tal é house, tal é trance, eu vou dizer que tudo é a mesma merda. Se eu mostrar pra essa mesma pessoa que tal som é trash, tal é death e tal é new, ela irá dizer a mesma coisa. Por quê? Porque os gostos são diferentes. Nas coisas que se entende é fácil ver as pequenas nuances, porém quando a vibe é outra, tudo parece ser o mesmo (isso vale para qualquer coisa). E outra, se o cara gosta do tunts tunts, bom pra ele... eu fico com o bom e velho rock n' roll! Cada um tem o seu tipo de prazer... (novamente aplicável em otras situações)

Aí entra a grande chave de tudo: RESPEITO! Ninguém é melhor que ninguém, a não ser que se crie critérios, mas ainda assim pode gerar dúvidas e discordâncias. Costumo fazer um paralelo entre Malmsteen e Ramones. O primeiro tem muita técnica, o segundo muita energia. Qual o melhor? Vai do gosto... ou do critério adotado. E não é por isso que metaleiro vai sair batendo em punk ou vice-versa. Deve haver o simples e grandioso RESPEITO.

TO BE CONTINUED...

I'll be back...

22 de dezembro de 2009

Vencedores?!?

Falando em reality shows, percebi que no Brasil não acontece o mesmo que pelo mundo afora. Apesar dos programas manterem grande audiência, os vencedores não emplacam e caem logo no esquecimento. Ainda bem!

Qual vencedor do Big Brother conseguiu alguma coisa? E do Ídolos? Fama? No Limite? Ganharam dinheiro mas não se tem mais notícias. Porém, alguns "coadjuvantes" desses programas se deram bem, como Sabrina Sato e a Grazi Massafera. De resto, nada...

Por quê? Não sei. Realmente não sei. Será que é em decorrência de darem um salto tão alto, do completo anonimato a estrela? Talvez. Será que é por falta de competência? Menos provável, mas é uma possibilidade. Gostaria de entender...

Pelo menos assim não somos bombardeados por coisas medíocres que já estão atrolhadas na mídia...

21 de dezembro de 2009

Victory, after all!

Tudo começou com Jon Morter e sua campanha virtual. Cansado de ver as aberrações que saíam dos reality shows musicais ganharem a fama e chegarem ao topo das paradas rapidinho, ele decidiu iniciar uma campanha contra isso. Qual o melhor momento? Logo antes do Natal, o principal parâmetro para as vendas. Concomitantemente, o X-Factor estaria com seu vencedor e impulsionaria as vendas de seu single para o Natal. Batalha dura!

O vencedor do X-Factor, Joe McElderry, estava com tudo nas mãos. Havia vencido o X-Factor (uma espécie de Ídolos ou Fama), estava com seu single pronto para ser lançado e tinha grande expectativa de vendas, como sempre acontece com os vencedores. Ainda mais nessa época do ano. A missão de Jon Morter era difícil. A idéia era colocar outra música no topo das paradas. A música escolhida para combater a mídia e o conformismo não poderia ser melhor, "Killing In The Name Of" do Rage Against The Machine. A música foi lançada em 92 e seria comercializada via download. Tudo ganhou força quando Morter recebeu apoio de um comediante de grande expressão, Peter Serafinowicz, que estimulou seus 268 mil seguidores no Twitter a comprar o single pela internet. A banda também se engajou a campanha e resolveu destinar parte das vendas a organizações que trabalham com educação e moradores de rua. Mas a batalha estava acirrada. A banda chegou a ser cortada em um programa de rádio quando chegou na parte da letra que diz: "Fuck you, I won't do what you tell me". Enquanto isso, Joe McElderry tinha portas abertas.

Felizmente, com cerca de 50 mil cópias vendidas a mais, "Killing In The Name Of" foi o single vencedor! Detalhe que foi comercializado somente através de downloads, enquanto o adversário tinha disponível todas as mídias possíveis. Foram vendidas cerca de 500 mil cópias do single. Que maravilha! Essa vitória vai muito mais além que tirar um artista pop manipulado pela mídia para colocar outro artista. Essa vitória representa a força que qualquer um tem para promover uma mudança. Que lutar vale a pena! Se não tentar, nunca irá conseguir! Nas palavras de Jon Morter: "I think it just shows that in this day and age, if you want to say something, then you can – with the help of the internet and social networking sites like Facebook and Twitter. If enough people are with you, you can beat the status quo."

O povo não sabe o poder que tem nas mãos. Este blog, muitas vezes, é uma forma de expressar e discutir opiniões. Quando chegar o momento e a oportunidade, não exitarei em iniciar uma campanha. Deve-se ir além que simplesmente falar. Um ícone disso é o Arnaldo Jabor. Todos adoram suas críticas e vêem que as coisas estão erradas mesmo enquanto ele fala. Mas você já viu o Jabor levantando a bunda da cadeira e fazendo alguma coisa para mudar?!?

Rage Against The Machine cortados na rádio:



Outro momento interessante do Rage Against The Machine:

20 de dezembro de 2009

Além do Trovão III

Para se ter uma noção da magnitude dos shows do AC/DC, o palco, ainda sendo montado, pode ser visto no Google Earth. Ele aparece no Estádio José Alvalade, do Sporting de Lisboa, em Portugal. O registro foi feito no início de junho deste ano. Maravilha!


Exibir mapa ampliado

Fonte: Whiplash

19 de dezembro de 2009

Uma Merecida Homenagem

Há muito tempo venho querendo escrever algo do tipo aqui no blog. Fazer uma pequena, mas merecida homenagem a alguém muito especial. Tenho certeza que será difícil achar as palavras certas para tal missão e que elas serão poucas para exprimir o que realmente quero dizer.

Quero falar da pessoa que me faz sorrir... Ah, e como sorrir é bom! Ela me rouba o sorriso mais espontâneo, o mais gostoso. Sua companhia é repleta de alegria. Sempre! Sua beleza é estonteante. Mais ainda sua inteligência, admirável. Sua simpatia é até invejável. Seu coração é imensurável!!

Como previsto, adjetivos me faltam para conseguir descrevê-la. Na minha solidão, ela me acompanha nos meus pensamentos. Estes sempre voltados a achar um jeito de ganhar sua companhia. Quando acontece, a felicidade é tamanha que por vezes fico sem palavras e passo apenas a observar, hipnotizado pelas suas qualidades. Ah, a paixão! Sempre digo que o amor é cruelmente lindo! Faz parte da vida, faz parte de mim, faz parte de todos...

Eu sigo tentando fazer com que meu mundo gire junto com o mundo dela em perfeita sintonia. Que nossos corpos e almas se juntem em grande harmonia. Que nossos pensamentos se encaixem na mais linda simetria. Pois sem isso, meu projeto de felicidade não existiria...

TE AMO, LÍGIA!!

18 de dezembro de 2009

Compromissos

Final de ano chegando, férias, Natal, presente, verão... caos e desordem!

Ontem o trânsito estava fora do comum. Grande aglomeração de carros e nem estava perto da hora do rush! O percurso que levaria de 15 a 20 minutos, levei quase 40 para fazer... Isso já estava me deixando indignado, pois tinha horário para chegar e gostaría de chegar pelo menos na hora. Resultado: cheguei faltando uns 40 segundos. Não havia ninguém me esperando, então estava ótimo! Eis que, 20 minutos depois, recebo a ligação. "Ah, o cara foi viajar e não nos avisou, então cancela aí e pagamos outro dia esse horário" Resposta: "Ah tah!"

Com tempo livre aproveitei pra ver se tudo estava em ordem. O que não estava ajeitei, o que estava permaneceu. No vazio da solidão e perdido no silêncio, resolvi colocar um som enquanto me preparava para fazer uma limpeza. Escolhi a dedo o cd que queria e comecei a varredura, literalmente. Varri tranquilo, com um bom som chegando aos ouvidos e sem ninguém para atrapalhar. O ponteiro do relógio corria no seu passo e eu esperando os próximos para iniciar os trabalhos do dia. Como nada acontecia, fiz companhia aos copos e xícaras da pia, banhando-os na mais calma sinfonia. Depois de uma hora do horário marcado, já sabendo que não viriam, peguei meus instrumentos e acomodei em um canto especial. E fiquei pensando: "Ah tah!"

Eis que a campainha toca. Pelos menos alguns cumprem com seus compromissos, mesmo que seja apenas para ir lá e se divertir um pouco. Foi o que aconteceu. Gurizada gente boa, fazendo um ensaio atípico, apenas festejando o final de mais um ano da banda. Pagamento vem, a gente fica feliz também! "Pode ser em cheque?" ... "Pode!" ... "Então pode descontar já!" ... "Ah tah!", contente desta vez...

Depois de mais uma pequena limpeza e organização das coisas para os que chegariam, o silêncio impera outra vez. O tempo passa... o tempo voa... e a Poupança Bamerindus já se fudeu faz tempo... Dei aquela última olhada pro relógio seguida pela última olhada para as câmeras do lado de fora e logo me veio na cabeça "Ah tah!". É, realmente vai ser assim... Não tinha mais o que fazer a não ser ir embora...

É tão complicado assim manter um compromisso? É tão difícil um pouco de organização? É tão simples um aviso! É, sou o mais novo palhaço do circo! Ah tah!

17 de dezembro de 2009

Noivo Carinhoso

Depois do casal atualizando seu status no Facebook e twittando seu mais nova façanha ainda em cima do palco, digo, altar, me deu vontade de postar mais uma manifestação diferente de carinho. Casamento é um momento especial, é aquele momento que não tem volta, ou melhor, até tem, mas fica marcado pra sempre. Por isso, é bom ter certeza do que está fazendo. Hoje até parece ser meio descartável, pois a separação é muito fácil e comum e o número de casais que vivem juntos e não casam tem aumentado exponencialmente. Minha opinião sobre casamento deixarei para comentar em alguma outra hora. A seguir mais uma demonstração pública de carinho no palco, digo, altar da igreja... Como eu gostaria de ver a sequência do desfecho!

16 de dezembro de 2009

Nada se cria, tudo se copia

Engraçado como esses sites de relacionamento virtual estão convergendo para a mesma coisa. Um copia alguma coisa, algum utilitário do outro. É muito engraçado, pra não dizer triste...

O Orkut é o principal site desse estilo no Brasil. Tanto que certa feita, fora do país, abri o site e um holandês que estava do meu lado perguntou se eu era brasileiro. O Orkut funciona bem porque praticamente todo mundo tem. Bom, explicando, funciona bem pra quem sabe usar corretamente e todo mundo, dos que lidam frequentemente com o mundo virtual no Brasil, tem. O Facebook é o principal pelo mundo afora. Normalmente quem já viajou para fora e conheceu gente diferente, cria um perfil no Facebook pra manter contato, da mesma forma que o Orkut. Agora, a nova sensação é o Twitter, que ainda não tem um rival a altura e já é bem difundido mundialmente.

Sem dúvida alguma, o Facebook está na frente de todos esses. É o que funciona melhor e é mais atrativo. Pena que poucos tenham aqui pelo Brasil. O novo Orkut é basicamente uma cópia do Facebook. Mas uma cópia muito chinela e mal feita. Creio que ainda irão aperfeiçoá-lo, porém já perdeu meu respaldo. Copiar assim descaradamente é feio! O Facebook já havia um sistema de microblog, com o "what's on your mind" que aparecia na lista de atualizações para todos. A unica coisa que difere do Twitter é que a proposta do Twitter é outra. É uma espécie de diário, é expor sua vida para os xeretas, é dar informações para ladrões e sequestradores que ainda não sacaram muito bem a dimensão da coisa. Novamente, cada um utiliza como bem entender. Eu não respondo "o que você está fazendo agora". Aproveito para difundir idéia e na medida do possível divulgar os posts do blog. E outra, só falta o "guri" no final da frase para soar como se fosse minha mãe...

Espero que estes sites saibam, daqui para frente, ser mais criativos e pararem de copiar layouts, aplicativos e outras coisas mínimas que não levam a nada. Quanto aos usuários, o negócio está em saber usar. Porém, às vezes, a coisa passa do limite... confira:

15 de dezembro de 2009

Encontro Inusitado II

Mais uma vez um encontro inusutado... agora foi o governador de São Paulo, José Serra, que se confraternizou com o Exterminador do Futuro, digo, governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger. Os dois subiram juntos ao palco na COP-15 para dar suas propostas acerca do combate do aquecimento global. O primeiro propôs uma saída mais dura e jurídica, transformando em lei as metas para redução da emissão de gases poluentes. O "governator" pediu uma política de incentivo para que os estados e cidades ajudem no controle, porém sem nenhuma coerção legal. De qualquer forma, o encontro foi inusitado. Creio que poucos conseguem ver o Mr. Arnold governador... a grande maioria ainda vê o astro Schwarzenegger... Eis a foto:

Mais bizarro que isso, somente a banda que se formou no último Contramão... Depois de levar bolo do Caurio, o plano B comeu frouxo. Time Trambicagem moendo, guitarra desafinada mas ainda empolgante, baixo da Mercenária, Woompa Loompa cantando feliz, vocalista fazendo batucada e uma Dani pra salvar o ritmo da coisa toda e completar a banda... digo, bando!! Fortaleeeeeece!!!

14 de dezembro de 2009

Fortalece, meu amigo!

Já aviso, esse post é para poucos... Apenas mando um abraço para o Time Trambicagem e colaciono um fragmento de uma poesia de Vinícius de Moraes chamada "Pátria Minha"...

"Mais do que a mais garrida a minha pátria tem
Uma quentura, um querer bem, um bem
Um libertas quae sera tamen
Que um dia traduzi num exame escrito:
"Liberta que serás também"
E repito!

Ponho no vento o ouvido e escuto a brisa
Que brinca em teus cabelos e te alisa
Pátria minha, e perfuma o teu chão...
Que vontade me vem de adormecer-me
Entre teus doces montes, pátria minha
Atento à fome em tuas entranhas
E ao batuque em teu coração."

13 de dezembro de 2009

Amigos e músicos

Há tempos venho discutindo sobre a formação de bandas, principalmente quanto a seus integrantes. É melhor fazer uma banda com amigos ou com músicos? O interessante é que na maioria das vezes esse pensamento cabe para qualquer outro tipo de negócio. Vamos aos fatos...

Banda de um grupo de amigos é divertido, afinal sempre se está na companhia de... amigos! Existe aquele lance de criar uma história juntos que é bem legal também. Para criar músicas normalmente é mais fácil e prazeroso quando as idéias vêm para agregar. Outros amigos sempre aparecem para prestigiar. Ninguém reclama quando se entra em algumas "indiadas", apenas viram folclore e risadas depois de um tempo. Porém, quando as coisas não dão certo é muito mais difícil. Existe os que se escalam nas costas dos outros, os que estão ali só para completar a banda e assim por diante. Retirar um membro da banda é uma tarefa árdua, simplesmente porque está lidando com amizade também. Já vi grandes amigos virarem algo como inimigos por causa de banda. Tem que se tomar cuidado!

Banda de um grupo de músicos é bem interessante, afinal sempre se trabalha com músicos. A dinâmica é bem mais simples. Tem que tocar tal música, então tal música será tocada. Pronto! O "cabeça" dita a ordem e o resto executa sem problema algum. A coisa sai com qualidade e não se tem muito stress. Se for preciso retirar alguém da banda é bastante simples, apenas diz tchau e era isso. Por vezes pode não ser tão prazeroso quanto tocar com amigos, mas tende a ter uma qualidade bem maior musicalmente. Com amigos a banda tem muito mais gana de funcionar, com músicos isso decai um bom pouco. Tocar com músicos tende a ter mais troca de experiências que são muito interessantes e principalmente úteis.

No final das contas o bom mesmo é fazer uma banda de amigos que são músicos... e que todos estejam engajados e busquem juntos o sucesso da banda despendendo o mesmo alto nível de esforço para que isso aconteça. Bonito, não?!? Serei eu um visionário?!?

12 de dezembro de 2009

Pin-Up Fashion

Bom, devo dizer que moda é algo que não entendo muito, tanto pelo o que aparece quanto pela sua idéia em si. Também nunca gostei de comprar roupas. Acho que a maioria que tenho ou eu ganhei ou são souvenirs de algum lugar ou show. Contudo, me indicaram um site super interessante e diferente. Lá você pode encontrar algo um pouco diverso do que se vê nas ruas ou achar alguma coisa para apimentar suas fantasias e assim por diante... Acesse: Pinup Clothing

11 de dezembro de 2009

Versões

Depois do Jabor metendo pau no rock e metal, aparece um italiano talvez tentando mudar essa idéia do rock... Marco Mengoni, vencedor do X-Factor italiano, um programa parecido com o Ídolos ou Fama, cantou uma versão bastante diferente e inusitada de Back In Black do AC/DC. Sempre gostei de fazer versões mais pesadas de músicas e algumas vezes tocar algo pesado numa versão mais acústica, a Don Lef é um belo exemplo. O problema está em fazer uma boa versão e não arruinar a música...

Tire suas conclusões...

10 de dezembro de 2009

Ruta graveolens

Ou simplesmente arruda. Houve um tempo em que arruda era sinal de boa sorte... bons tempos! Hoje em dia é sinal de turbulência. Era utilizada para fazer chás calmantes, combater piolhos, espantar maus espíritos, tratar conjuntivite e reza a lenda que possui efeitos abortivos... Atualmente vem com um adjetivo de brinde... invariavelmente!

Tudo começou com uma estudante G. Arruda, em que "G" também condiz ao tamanho, fazendo alvoroço na universidade. Inicialmente, pena. Posteriormente, indignação com os holofotes mercenários por ambos os lados. Atualmente, vergonha alheia! Então vem o Sr. Governador J.R. Arruda pra esculhambar de vez a boa lembrança que tínhamos da plantinha inocente. Pra quem não lembra ele esteve envolvido no escândalo da violação do painel eletrônico no Senado anos atrás. Na época, primeiro negou fortemente as acusações. Encurralado, assumiu a culpa e renunciou o cargo para não ser cassado. Bonito, hein...

A única forma de arruda que provoca turbulência positiva está em Recife. É o estádio José do Rego Maciel, mais conhecido como Estádio do Arruda, casa do glorioso Santa Cruz. Este sim treme as bases com um espírito legal e para cima...

Espero que logo voltemos a pensar em arruda como aquela plantinha bacaninha de sempre...

9 de dezembro de 2009

Dia Cruel

O dia 08 de dezembro é um dia cruel para os músicos. Esqueci de comentar sobre isso no próprio dia, então resolvi deixar para hoje...

Nesse dia, há 19 anos, John Lennon fora assassinado. Neste mesmo dia, há 5 anos, Dimebag Darrel fora assassinado no palco. Não bastasse isso, há 15 anos, perdemos um dos maiores mestres da música brasileira, Tom Jobim. Dureza... Ok, também trouxe alguns ícones musicais a vida, como Jim Morrison, Marty Friedman, Sinead O'Connor, DMX e Corey Taylor

Fique agora com a notícia resgatada de anos atrás e o baita comentário do musicoterapeuta especialista em falar sem conhecer ou agir, Arnaldo Jabor...


8 de dezembro de 2009

Fair Play

Hoje iria comentar sobre as cenas grotescas ocorridas no Couto Pereira após o final da partida entre Coritiba e Fluminense, porém mudei de idéia bem rapidinho ao ver um fato que realmente merece ser comentado. Ao invés de promover a violência já mais que reverberada pelos noticiários, prefiro enaltecer o fair play ocorrido na Itália. No jogo Ascoli contra Reggina, pela segunda divisão italiana, um jogador do Reggina teve uma lesão aparentemente grave logo no início do jogo, fazendo com que os companheiros de equipe parassem de jogar para que o jogador pudesse ser atendido. Nisso, os jogadores do Ascoli marcaram um gol para a revolta dos adversários, gerando um tumulto por alguns instantes. Com os fatos esclarecidos, o time do Ascoli demonstrou fair play deixando os adversários igualarem o placar. Muito bem! É assim que se faz! Abaixo o vídeo desse momento e outros também interessantes...

Ascoli vs. Reggina



No campeonato inglês há um tempo atrás também ocorreu um fato memorável...



Mas às vezes, como no campeonato holandês, essa iniciativa do jogo limpo não dá muito certo...

7 de dezembro de 2009

100ª Postagem

É meus amigos!!! Centésima postagem!!!

Manter um blog às vezes é trabalhoso, porém muito prazeroso. Legal poder discutir coisas que por vezes é difícil de se falar em conversas do dia-a-dia. Pelo menos se tem a liberdade de expressar as coisas que pensa, que se vive e tudo mais para que qualquer um veja e discuta se quiser ou que apenas reflita um pouco. É isso que espero...

Às vezes é difícil escolher um assunto para escrever... outras é fácil demais... às vezes não se tem inspiração para escrever sobre qualquer coisa... outras acabam sobrando posts para os dias seguintes... Essa história de escrever todos os dias é trabalhosa e interessante. Sempre há um desafio diferente. Mas creio que é isso que dá a graça deste blog...

Não sabia se iria conseguir manter o blog por muito tempo. Em certos momentos pensei em largar um pouco de mão e voltar a postar só de vez enquando. Mas acho melhor que seja assim... é mais interessante... Melhor seria se mais pessoas comentassem e também fizessem perguntas ou expressassem opiniões bem divergentes... Vou passar a responder e comentar mais os comentários que recebo...

Stay tuned!!!

6 de dezembro de 2009

Mais de Buenos Aires

Pra finalizar essa etapa, gostaria de deixar alguns comentários sobre a capital argentina...

- Buenos Aires é bem bacana, mas o que estraga são os argentinos. Tem muito mais do que precisava. Não tratam muito bem as pessoas e pouco se importam mesmo quando deveriam.

- Em todo lugar que lia e ouvia falar diziam que existia muitos assaltos e era para se cuidar quando estivesse na rua. Decidi assumir uma postura diferente nas caminhas. Cara fechada, passo rápido como se soubesse onde estava indo e pouco importando para as coisas poucas ao redor, ou seja, ser meio estúpido e parecer um argentino. Deu certo! Até outros argentinos vieram pedir informação pra mim...

- O transporte da cidade é uma chinelagem só. Os ônibus são uns pau-de-arara caindo aos pedaços e por vezes encontram-se abarrotados de gente. O metrô até funciona legal, mas é mal sinalizado, não existe auto-atendimento, deveria ter uma estrutura melhor em todos os sentidos, porém é barato. Os taxis são uma aventura para pegar. Não existe ponto de taxi e há milhões de números que não funcionam para chamá-los. Corre-se o risco de receber troco com notas falsas e muitas vezes, mesmo com o veículo vazio, não param para se embarcar...

- Engraçado ver uns 5 McDonalds e uns 3 BurguerKing no intervalo de menos de 1 km. Pra quê?!?

No final das contas é um lugar super bacana para se conhecer. Vale a pena o passeio...

5 de dezembro de 2009

Além do Trovão II

AC/DC, simplesmente AC/DC!!!

Tudo começa na ida para o Estádio do River. Papo vai , papo vem, e eis que encontro o Rafa e a Tita nos arredores do local do show. Elaia! Sabia que estariam ali, mas não imaginei encontrá-los. Então chegamos ao estádio e passei pela revista mais ridícula de todas. Estava com uma camisa gola polo que aprecia um pouco da minha tatuagem. Quando ia erguer os braços pro segurança começar a revistar, ele apenas abriu o colarinho para ver melhor a tatuagem, viu, e soltou um "mui bueno" acompanhado com um tapinha do braço e me deixou passar. Não importa levar câmeras, canivetes ou bombas, apenas é necessário ter uma tattoo legal no peito que é barbada! Na loja de souvenirs demoraram uma cara para nos atender, acho que até de propósito, mas tudo bem, não era preciso surtar.

Entramos no estádio e já vimos uma bela aglomeração de gente enquanto acompanhavam a banda de abertura. Chega a noite e com ela o show!! E que show!!! O estádio já estava praticamente lotado, a não ser por uma pequena faixa na pista que ficou aberta. Centenas de corninhos brilhantes na platéia dando um efeito sensacional. Mas sensacional mesmo foi o show e a performance de Brian Johnson e Angus Young. Deusdocéu!!!!

É difícil explicar o que se sente num show do AC/DC. Só estando lá para entender mesmo... Por isso não vou nem tentar. Apenas comentar que é incrível sentir a energia do grande público agitando e a energia que vem do palco com todo o pique de 35 anos de carreira. Show inteiro é muito, mas muito empolgante, Thunderstruck me deixou muito arrepiado e For Those About To Rock realmente me emocionou!!! Quase chorei... huahua... pior que é verdade!!

Para entender melhor leia também Além do Trovão.

4 de dezembro de 2009

Aventuras de Hostel

É gurizada, mais um dia em Buenos Aires... E a vida em albergue é sempre uma aventura... Mulheres com vergonha de andar de calcinha, outras sem vergonha de dormirem juntas... galera de todos os lugares se divertindo com um som ambiente enquanto uns jogam sinuca, uns bebericam no bar e outros como eu escrevem via wi-fi... Gente bonita, gente feia, pessoas simpáticas, pessoas rudes, muitos jovens, alguns sêniors...

Tive problema com a minha reserva. Acabou que havia 5 pessoas para 4 camas. Jóia! O problema maior foi a guria querendo me bater por que havia retirado as coisas dela da cama pra mim conseguir dormir. Tudo bem! Briguei com o hostel e mudei de quarto pra não ter problemas. O mais engraçado é que vi mais 5 pessoas reclamando da mesma coisa nesse período... Organização "déiz"! Em contra partida, o lugar é bem legal, bem localizado e os funcionários se esforçam para atender bem a todos.

Logo pela manhã peguei um metrô e fui para o lado de La Boca. Ao ver o metrô e os ônibus da cidade me deu uma saudade da Europa... O negócio é meio chinelo, mas tolerável, é barato. Mais um pouco de caminhada e cheguei na Bombonera. Super bacana o estádio! Gostaria de assistir um jogo lá. Um leve passeada pelo bairro e cheguei ao Caminito. Bem bacana também. Se estivesse acompanhado iria ser mais divertido, mas fazer o quê?!? Essa vida de mochileiro solitário tem dessas coisas.

Retornei ao metrô e fui para o outro lado da cidade. Pior que o lugar nem aparecia no meu mapa! Estava a caminho do Estádio Obras para buscar os ingressos do show. Desci do metrô e comecei a perguntar a cada pouco para saber se estava no caminho certo. Todos diziam que era longe e que devia pegar um ônibus. Detalhe que sempre me indicavam um ônibus diferente. Fui a pé mesmo... E realmente era longe. Depois de quase duas horas caminhando encontrei a bilheteria e retirei os tão sonhados ingressos para o show do AC/DC!!

Com um taxista bem simpático fui até a Recoleta e visitei o cemitério. É legal, mas nada comparado ao de Milão. O bom é que até tirei uma foto com Eva Perón... hehehe... Dei mais uma caminha aos arredores e tomei um "freddo", sugestão do taxista. É uma espécie de mousse ou iogurte em forma de sorvete, é muito bom!! Mais uma caminha e passei na livraria El Ateneo. Lugar impressionante! Mais um metrô e voltei para o hostel.

Agora é só me aprontrar, encontrar o Lord Douglas e curtir um AC/DC...

3 de dezembro de 2009

Bons Ares

Buenos Aires, capital da Argentina. Um belo local na primeira impressão! Super bacana, ruas largas e tal... Mas com um grave problema, para mim pelo menos, o número de argentinos...

Na chegada me lembrou um poco de Porto Alegre, um pouco de Montevidéu, um pouco de Milão e por aí vai... Na real é simplesmente Buenos Aires. Mas é super bacana! Com a ressalva do número de hermanos e coisa e tal... Até o momento é tolerável.

Logo no primeiro dia que estou aqui, presenciei uma baita manifestação nas ruas entre a Casa Rosada e o Congresso. Aqui os caras sabem fazer manifestações. Vários, mas vááááários bumbos e caixas fazendo o ritmo e muitas vozes gritando. Uma imensidão de faixas e pessoas nas ruas. Bem legal mesmo! Pra falar a verdade não entendi a razão da manifestação, mas os inúmeros rojões faziam tremer tudo que estava em volta.

Longas caminhadas, pouco descanso, normal na vida de um mochileiro... Amanhã tem mais! E mal posso esperar para ver o tio Angus detonando sua guitarra nos palcos hermanos...

FOR THOSE ABOUT TO ROCK I SALUTE YOU!!!

2 de dezembro de 2009

Mais um da lista

Pois é, um a menos na lista... a lista dos inimagináveis mortais. Calma, vamos por partes...

A lista enumera aquelas pessoas que não se imagina que um dia irão morrer, aquelas que são meros mortais, porém fazem parte da nossa vida como se fossem parte integrante do mundo e que não se pode vender separadamente. Sacou? Não?!? Tudo bem!

A baixa na lista, desta vez foi o nosso glorioso Lombardi... (faaaala Lombardi) Ma oeeee... O "rapaz", mais conhecido como a voz da conciência do Sílvio - uma espécie de grilo falante que nunca aparecia - existia e não bastasse isso, morreu! Éééé amigo... por isso você não esperava, certo?!? Agora você entendeu a moral da lista...

Tudo começou com a quase imortal Dercy Gonçalves. Quem diria que ela iria morrer?!? Era praticamente uma sequóia anã de palavrões... Então, após esse evento, que é praticamente a abertura de um portal do StarGate, outros começaram a bater as botas e ir ao encontro da velha anciã... Confira um pedaço da lista abaixo:

Dercy Gonçalves
Enéas Carneiro
Clodovil
Artur da Tavola
Beto Carreiro
Dorival Caymmi
Luciano Pavarotti
Nair Belo
Sadam Hussein
Michael Jackson
Lombardi

Sílvio Santos
Boris Casoy
Xuxa
Hebe
Paulo Santana
Lasier Martins
Sílvio Luís
Galvão Bueno
Gugu Liberato
Raul Gil
Tarcísio Meira
Jô Soares
Renato Aragão
Fidel Castro
Bill Gates
Iggy Pop
Clint Estwood
Keith Richards
Osama Bin Laden (?)
...

Se tiver mais nomes, acrescente nos comentários abaixo...

1 de dezembro de 2009

Meus Guias Turísticos

Como a Internet é uma maravilha! Através de alguns sites eu elimino a necessidade de pedir grandes informações ou de repente requerer guias em outras cidades, digo, outros países. Dois sites são meus mentores para organizar viagens, Wikipédia e Google Maps. Com eles me programo super bem e sem problemas. Só alegria!

Pelo Wikipédia pesquiso o que a cidade tem a oferecer e os pontos de interesse. Depois disso, passo pro Google Maps para localizar os pontos que vou passar e começo a escolher o itinerário e o lugar que ficarei hospedado. O Wikipédia tem uma seção chamada Wikitravel que dá ainda mais detalhes sobre turismo na cidade que se está pesquisando. Uma beleza!

Aí vem outros sites como o de sistema de transporte da cidade, os de mochileiros, o da prefeitura da cidade e alguns outros aleatórios que ajudam a se prevenir e escolher o que há de melhor e como fazer cada coisa. Conversar com pessoas que já foram também é super interessante. Legal é pesquisar em sites de eventos e venda de bilhetes se há alguma atração especial na data que se estará visitando a cidade. Às vezes se tem bastante sorte...

Bom, se alguém tiver dicas sobre Buenos Aires deixe seu comentário...

30 de novembro de 2009

Dinheiro

Esse sistema monetário é uma merda! Como ainda não podemos evitá-lo, não vou entrar no mérito de discutí-lo. Apenas vou comentar o que o dinheiro faz conosco...

Essa semana fiquei contando e lembrando de onde poderia tirar ou cobrar dinheiro devido para poder largar minha preocupação de ficar sem ele. Com gastos de passagem aérea, ingressos, reservas em albergues, mais outros eventuais gastos que farei na viagem que programei, comecei a catar todo e qualquer dinheirinho para que não me faltasse. Claro que cartão de crédito é a maior salvação do homem quanto a problemas com dinheiro. Pagar depois são outros quinhentos... Fora isso, tenho que comprar uma cadeira nova, pois quebrei a minha. E como cadeiras são caras! Caramba! Bom, voltando ao foco...

Dinheiro está diretamente relacionado com preocupação. A quantidade de dinheiro que se tem é inversamente proporcional a quantidade de preocupação que se tem. Quando não se tem um "puto" na carteira, começa-se a pensar de onde se vai expremer para não quebrar o orçamento. Quando a carteira está recheada, até se esbanja uns pilas a mais pra não ter galho. Como é engraçado isso! Poucos conseguem se disciplinar para controlar seus gastos...

Resumindo, dinheiro não compra felicidade, mas mantém muitos problemas bem distantes, o que faz pessoas felizes... E o maior problema não é não ter dinheiro, é não ter crédito!

29 de novembro de 2009

Série C

Pois é... Juventude na Série C! O que tenho a dizer? Ridículo! Nada mais...

Desde o início do campeonato o time lutou muito para conseguir essa vaga na série C. Eis que na última rodada com muita força e muito sofrimento a equipe finalmente conquistou a vaga para a Série C. Parabéns!

Lá se vão patrocínios, verbas de TV, bons jogadores, sócios descontentes, torcedores no estádio, venda de produtos e possivelmente direção do clube... Quem perde com tudo isso? O torcedor, ninguém mais.

O que esperar do Juventude no ano que vem? É uma incógnita...

28 de novembro de 2009

Dialogando com Beth

É amigo... te digo o que é ter bons amigos... um ótimo exemplo é quando se deixa de trabalhar para pegar a estrada rumo a Montenegro para ir assistir o TCC de alguém. Mas com um detalhe muito importante, fazer isso com o maior prazer! Foi o que aconteceu ontem, eu e a Lígia fomos assistir a apresentação da Fabi da conclusão do curso dela. O mais bacana é que o trabalho era uma peça teatral, afinal ela estuda artes cênicas. Se fosse em economia eu também iria, sem problemas! A Fabi e o Rafa realmente merecem...

A peça gira em torno de um programa de TV, Dialogando com Beth. Legal que tudo começa ainda fora do teatro com as instruções da "produtora" do show, fazendo que os espectadores sintam que estão dentro de um programa de TV mesmo. As plaquinhas de "aplausos", "risos" e "ohh..." foram muito legais, ainda mais com a performance fenomenal da "moça das trufas" que as segurava. Logo na sua entrada, a Fabi demonstrou ser uma boa cantora, interpretando uma música do Queen. Maravilha! O show inteiro, digo, a peça inteira foi muito divertida, com vários momentos chave. Bastante comédia com toques de drama e suspense, sempre alternando com muita competência. As imitações da colega da Fabi foram muito legais e a atuação da Fabi foi impecável! Show de bola! As luzes também estavam super bacanas (graaande Rafa)...

Quero apenas parabenizar a Fabi pelo maravilhoso trabalho que fez e sempre faz. Mais importante que isso desejo muito sucesso e muita boa sorte, digo, merda nos palcos e fora dele para a Fabi, pois competência e criatividade ela já tem de sobra! Muito mais importante que isso, quero agradecer a amizade da Fabi e do Rafa que sempre foram grandes amigos do peito e eu realmente amo eles!

PARABÉNS, FABI!!!! (APLAUSOS)


27 de novembro de 2009

Gogol Bordello

Meu amigo Fernando Gallardo me apresentou uma banda diferente que logo virei fã, Gogol Bordello. É uma mistura em todos os aspectos, tanto étnicos como musicais. A banda é composta por 9 músicos, entre eles russos, um ucraniano, um equatoriano, uma escocesa e por aí vai a mistura. O som lembra canções ciganas junto com aqueles cânticos de piratas reunindo várias vozes etílicas. Como é algo bem diferente do que costumo ouvir e bem feito, prendeu minha atenção. Foi como quando o Zack me apresentou uma banda de Chicago chamada Elephant Gun. Ambas bandas usam métodos não tão usuais para suas composições, o que me fez ir atrás de mais informações e prestar atenção na construção e performances... Show de bola!

Infelizmente a passagem do Gogol Bordello pelo Brasil há pouco parece não ter sido bem aproveitada. Fiquei sabendo que eles passaram por aqui esses últimos dias. Se não fosse AC/DC, Faith No More e agora Metallica vindo, creio que até poderia ter ido no show deles pra conferir de perto. Agora já foi! Um dos shows do Gogol aconteceu na noite do apagão geral no país... que azar!! Pelo que ouvi falar, também não havia muito público. Paciência! Mas o que achei ridículo mesmo foi a entrevista do Jô Soares em seu programa. O gordinho estava mais que perdido e nem sabia quem ele estava entrevistando. Não sabia nada da banda e nem sabia o que perguntar. Parece que estava querendo gastar tempo e ir logo para os comerciais. O Jô é um cara inteligente, não sei como fez um entrevista tão ridícula... Vergonhoso, hein oooooo Jô...

26 de novembro de 2009

Versão Literal

Bah, iria escrever sobre algo que realmente valesse a pena, mas não pude me conter e vou ter que falar sobre um vídeo que "ganhei" de aniversário... Mais uma vez, pessoas criativas e sem ter o que fazer, como os estudantes de Montreal, utilizam sua criatividade para fazer a versão literal do vídeo de músicas... Realmente é de se cagar rindo!! É bom que entenda inglês, se não você não vai rir tanto quanto eu... HO HO HO!!! Para aulas particulares de inglês, favor entrar em contato comigo... ;)

25 de novembro de 2009

Aniversário

É engraçada essa coisa de aniversário. Comemorar o dia que nasceu... mas e daí?!? Okay, relembrar o dia natal é interessante, faz pensar no tempo que passou, mas não é nada que mereça festejar. Poderia ser um mero momento introspectivo, apenas uma reflexão sobre a própria vida. E deu... não precisa envolver ninguém, não precisa mais nada! O pior é que a cultura do aniversário é tão forte e impregnada na vida das pessoas que poucas pensam sobre o que realmente significa o aniversário para elas e para os outros...

Pra mim soa ridículo um terceiro lhe parabenizar pelo aniversário. O simples "Parabéns!" costumo pensar que significa "Parabéns! Mais um ano vivo, hein?!?". Se parabeniza alguém por alguma realização, no caso, permanecer vivo por mais um ano. Jóia! O "Feliz Aniversário" me parece mais interessante. Desejar felicidade no dia que completa mais um ano dá a impressão de ser algo nobre. Porém, a frase está tão batida que poucos realmente dão o devido valor a ela. Apenas dizem por ser algo que se diz nessa data. Lindo! Creio que o mais plausível para ser dito a alguém seria um "Feliz Ano Novo", afinal o aniversariante está iniciando mais um ano de vida e você aproveita para desejar felicidade para o futuro ano que recém começa. Não ironiza o passado como o "parabéns", não restringe a felicitação para um único dia como o "feliz aniversário", mas expressa um desejo para a vida que irá se construir e ainda é incerta.

Não gosto de comemorar aniversário, nem outra data comemorativa qualquer. No meu pensamento, elas existem para que, em pelo menos um dia, qualquer "moscão" lembre que houve algo importante naquela data. Contudo, o importante mesmo é comemorar qualquer dia, qualquer momento, qualquer coisa que lhe vier em qualquer tempo. O importante é viver a vida e não esperar por uma data para isso...

PS: Hoje é meu aniversário! Desafio a me surpreender com algum comentário...

24 de novembro de 2009

Pretty Fly par les étudiants en droit

Estudantes de Direito da Universidade de Montreal fizeram um vídeo da música Pretty Fly do Offspring que ficou show de bola. Deve ter dado um trabalhão pra conseguir colocar tudo na devida ordem, mas todo esforço vale a pena no final. Só ainda não sei o porquê de tudo isso... Confira...

23 de novembro de 2009

Música

Ainda motivado pela música e o dia do músico de ontem, venho falar mais sobre música. Desta vez deixo frases célebres que explicam melhor o que é e o que representa essa arte...


"A música é a revelação superior a toda sabedoria e filosofia." (Beethoven)

"Depois do silêncio, aquilo que mais aproximadamente exprime o inexprimível é a música." (Aldous Huxley)

"O vaso dá uma forma ao vazio e a música ao silêncio." (Georges Braque)

"A música é o barulho que pensa." (Victor Hugo)

"Aprender música lendo teoria musical é como fazer amor por correspondência." (Luciano Pavarotti)

"Música é constante renovação. Cada vez que alguém toca, traz ao mundo um novo som." (Daniel Barenboim)

"Sem a música, a vida seria um erro." (Friedrich Nietzsche)

"O amor ensina música." (Erasmo de Rotterdam)

"O homem que não tem a música dentro de si e que não se emociona com um concerto de doces acordes é capaz de traições, de conjuras e de rapinas." (William Shakespeare)

"A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende." (Arthur Schopenhauer)

"A música é o tipo de arte mais perfeita: nunca revela o seu último segredo." (Oscar Wilde)

"A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição." (Aristóteles)

"A música é capaz de reproduzir, em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que inebria." (Ludwig van Beethoven)

"Quando se ouve boa música fica-se com saudade de algo que nunca se teve e nunca se terá." (Samuel Howe)

"Pouco importam as notas na música, o que conta são as sensações produzidas por elas." (Leonid Pervomaisky)

"A vida de um homem culto deveria simplesmente alternar-se entre música e não-música, como entre o sono e o despertar." (Friedrich Novalis)

"A música é um método de empregar a mente sem ter o trabalho de pensar em absoluto." (Samuel Johnson)

"Não morre aquele que deixou na terra a melodia de seu cântico na música de seus versos." (Cora Coralina)

22 de novembro de 2009

Músico

22 de Novembro, dia da Santa Cecília, dia do músico. É também o dia da fundação de Niterói e de Lages, da independência do Líbano, do assassinato de Kennedy, da extinção do MDB e da ARENA, mas isso não vem ao caso...

Deixando de lado minha aversão a religião, a história de Santa Cecília e a ligação dela com a música é interessante. Depois de ter saído ilesa de diversos tipos de tortura por espalhar e converter seu noivo e inúmeras pessoas ao cristianismo, foi finalmente condenada a morte. Com três golpes não conseguiram separar o cabeça do tronco, mas depois Cecília caiu mortalmente ferida e assim ficou por três dias. Foi enterrada na Catacumba de São Calisto, porém, com várias invasões dos godos e lombardos, muitas relíquias de santos foram removidas para Roma e algumas perdidas. Um papa teve uma visão com a Santa que lhe revelou o seu "paradeiro" e então encontraram seu corpo intacto como havia sido enterrado. A ligação com a música provém do seu casamento e a não violação da virgindade pelo noivo, razão de todas as conversões e todo o martírio. Durante a festa, ao som dos instrumentos musicais, teria elevado o coração a Deus assim: “Senhor, guardai sem mancha meu corpo e minha alma, para que não seja confundida”. Sendo assim, desde o século XV, no seu dia é comemorado o dia do músico e da música.

Músico é todo aquele que faz música. Música é a arte de se expressar através de combinações de tonalidades e sons de maneira agradável ao ouvido, algo harmonioso e melodioso. Um bom músico é como um bom escritor, um bom orador, um bom dançarino, um bom desenhista... Deve saber expressar o que quiser através de sons. É magnífico! Costumo fazer uma distinção de instrumentista e músico. Não é necessário ser um ótimo instrumentista para se fazer boa música. Faço uma analogia com um escritor. Se emprega palavras rebuscadas e prolixas seu relato acaba por ser de difícil compreensão e restrita para poucos. Contudo, com simplicidade e escolhendo bem as palavras pode atingir muito mais pessoas e se fazer entendido mais facilmente. Para os músicos, sempre comparo Malmsteen com Ramones. Sem dúvidas que Malmsteen tem um domínio grandioso de técnicas para utilizar seu intrumento, porém os Ramones com simples 3 acordes conseguem expressar muito mais e atingir muito mais público pela sua simplicidade e energia. De qualquer jeito, são formas de diferentes de expressar suas idéias, pensamentos e sentimentos.

Finalizando, parabenizo todos os músicos neste dia! Obrigado por fazerem minha existência mais harmoniosa!

21 de novembro de 2009

+ Blues Festival

Como falei no post anterior, a sexta-feira estava repleta de ótimas apresentações no 2º Moinho da Estação Blues Festival. Infelizmente não pude ver a maioria dos shows que gostaria ter visto, contudo dois dos que mais esperava ver consegui estar presente por causa de um contratempo, Fernando Noronha e Black Soul e o americano Billy Branch. Os primeiros já havia visto quando abriram o show do Chuck Berry e curti bastante daquela vez. Felizmente pude ver o show deles novamente aqui na minha cidade. O gringo não sabia o que esperar, mas apostava em uma bela apresentação. Realmente valeu a pena!

Show de blues bom mesmo é aquele que consegue arrancar um sorriso espontâneo. Definitivamente o show de Billy Branch foi muito bom! Na finaleira do show o público estava tão empolgado com a apresentação e a performance era tão carismática que era impossível não abrir um sorriso e dizer "que afude"...

Gostei muito de ver que o povo caxiense já comprou a idéia do blues na cidade. Compareceu em peso mesmo com a chuva chata que caía na cidade. Se tivesse dado um dia de sol não iria ter lugar suficiente pra tanta gente. Maravilha! Tem tudo para ser um marco nacional em festivais de música e sem dúvida tem potencial para ser um ponto internacional de blues. Parabéns a todos envolvidos, pois estão fazendo algo magestoso!

20 de novembro de 2009

Um Blues

Ontem teve início o 2º Moinho da Estação Blues Festival. Maravilha! Pra falar a verdade, o mês de novembro esteve repleto de eventos super interessantes e/ou que mobilizaram bastante gente. Teve o Descarrilhado no Vagão que reuniu várias bandas de Caxias e do Estado, teve a já tradicional Hard Rock Night no Roxx que particularmente não me chama muita atenção, porém tem um público fiel e sempre vai bastante gente, teve a galera correndo atrás de ingresso pra ver Matanza logo no início de dezembro, teve gente indo mais longe e correndo atrás de ingresso pra ver AC/DC, teve outros que foram ver um baita show do Faith No More e já tem gente se mobilizando para comprar o ingresso pra ver Metallica ano que vem... Ufa!

Mas vim comentar do primeiro dia do festival no Moinho da Estação. Pra falar a verdade, só conseguir passar depois que algumas atrações bacanas já haviam se apresentado. A organização estava bem bacana e show de bola o copo souvernir que se ganha na entrada. Muito bem bolado! Os expositores também estavam engajados e bem organizados. Os shows mais uma vez estavam super bacanas. Pena que teve uns retardado que começaram a brigar... "É só colocar uma distorção ue a galera começa a se agita", certo Campa?!? Show de bola o show da Eletric Blues Explosion, como sempre. Aquele rock "abluesado" que faz a ponte entre a energia da distorção e a vibe do blues... Show de bola! Ainda mais quando rola um Fly Away entre uma música e outra. Melhor ainda quando tocam um Zakk Wylde da melhor qualidade...

Hoje os shows novamente serão imperdíveis... Compareça, pois vale a pena!!

19 de novembro de 2009

Ah, o Futebol...

Não tem nem muito o que comentar...

Primeiro o Obina e o Maurício brigam entre si, saem expulsos e prejudicam pra caramba o Palmeiras. Ridículo!



Depois vem a pancadaria generalizada entre Fluminense e Cerro Porteño. E que peleia, meu amigo!



E pra finalizar, a França vai pra Copa do Mundo com um gol roubado. Lance absurdo, pois nem no handebol, vôlei ou basquete isso é permitido...



AH, O FUTEBOL!!!!

18 de novembro de 2009

Fato Bizarro... II

"Aproveite a vida e o sucesso, pois nunca se sabe quando coiotes irão lhe atacar". Já havia dado a letra, mas tem gente que não segue do jeito correto. O que você acha de se casar com um morto?!? Pois é...

Uma francesa se casou com o namorado morto há um ano. O rapaz faleceu em um acidente de carro. No final o ano passado, os dois que já tinham duas filhas e moravam juntos por seis anos, marcaram o casamento para janeiro desse ano. Dois dias depois veio o acidente. Que doideira!

Entretanto, segundo as lei francesas, é permitido o casamento com uma pessoas falecida caso já tivesse sido dado início ao processo do casamento oficialmente. O casamento do caso em tela somente foi aprovado em setembro. Semana passada ocorreu a cerimônia. A noiva até mesmo vestiu o vestido de noiva que havia comprado...

O mais engraçado é que se você analisar ela nunca foi casada, pois passou do status de solteira imediatamente para viúva. Caramba! E além disso, a cerimônia prova que o que mulher quer mesmo é poder usar um vestido de noiva, até mesmo quando o noivo já morreu... Mórbido!

17 de novembro de 2009

17 de Novembro

Puxa vida, parei para ver as efemérides e até me surpreendi com o dia de hoje. Coisas interessantes aconteceram nesse mesmo 17 de novembro. Vamos aos fatos...

Em 1869, houve a inauguração oficial do Canal de Suez. Interessante!

Em 1895, foi fundado o Clube de Regatas do Flamengo. Não gosto do Flamengo, mas vale os parabéns...

Em 1903, o Acre foi incorporado ao Brasil, em decorrência da assinatura do Tratado de Petrópolis. Há boatos que o Acre não existe...

Em 1922, houve a queda do Império Otomano. Mas que bah!

Também é a data de nascimento de algumas personalidades como o Rei Luís XVIII, Rachel de Queiroz e Martin Scorsese. Porém, é data em que outras personalidades se foram, como Auguste Rodin e Heitor Villa-Lobos. É amigo...

Não bastasse isso, 17 de novembro também é o Dia da Criatividade e o Dia do Não-Fumante.

16 de novembro de 2009

E o Feriado?!?

Que coisa engraçada, só porque o feriado caiu em um domingo, praticamente ninguém falou sobre ele. Nem do contexto histórico, nem por perder um feriado. Eu mesmo não percebi que havia passado o dia da Proclamação da República. Que coisa!

Interessante que a república foi instaurada no país 53 anos após a proclamação da República Rio-Grandense. Todos sabemos que não deu certo, mas ainda assim somos "cuiudos" o bastante para comemorar a guerra que perdemos. É uma maravilha!

Sendo assim, um parceiro velho de guerra me recomendou um site para enaltecer o orgulho gaúcho... repasso a recomendação: Rio Grande Melhor em Tudo.

15 de novembro de 2009

Manequim Especial

De tanto falarem na moça hostilizada na universidade pelas suas roupas, até revistas masculinas se interessaram com a fama da garota. Boatos dizem que ela irá posar para a Playboy e que recebeu convite para estrelar filme pornô. O pior é que a "coitada" gosta da fama que está tendo. Confesso que tinha pena dela pelo acontecido, mas depois de ver ela se aproveitando de todos os holofotes voltados para si, acho que ela mereceu. Pra falar a verdade fiquei com ainda mais pena dela, pois, além de não ser bonita, tem merda na cabecinha minúscula...

Não quero mais falar do que não vale o meu comentário. Vou apenas falar do manequim de tamanho grande que daqui a pouco a Bruna Surfistinha Cover vai apreciar. Achei criativo e interessante... por vezes útil para uma parcela crescente das mulheres... Vejam a figura abaixo e entendam do que estou falando...

14 de novembro de 2009

E o Vandalismo?!?

Nesta madrugada estava chegando em casa e a duas quadras do meu destino avisto no meio da avenida um daqueles containers de lixo amarelo perdido e jogado. Achei estranho e contornei o "obstáculo". Poucos metros depois, o outro container também estava jogado no meio da rua. Vi que o negócio iria encrencar para algum motorista distraído e resolvi ir bem devagarinho e empurrar com o carro o container de volta para a beira da rua. Viro a esquina e bem enfrente a minha casa estava mais um deles caído no chão. Pouco mais a frente um grupo de jovens correndo. Resolvi ir atrás para "fiscalizar" os atos dos jovens. Como alguns vizinhos já estavam na rua mesmo de pijamas para limpar a cagada que alguém fez, os jovens resolveram seguir seu caminho. Retornei para casa e os containers já estavam no lugar graças aos vizinhos com boa vontade.

Não consigo entender o porquê de tal ato. Tem que ter merda na cabeça mesmo, só pode! Se eu pego um desses vândalos fazendo esse tipo de coisa... ou então esses bichadores pixas...

13 de novembro de 2009

Protesto ao Ato Médico

Nessa sexta-feira ocorreu um protesto ao Ato Médico. Pela manhã, diversas pessoas, principalmente ligadas a área da saúde, fizeram uma passeata contra a aprovação do ato médico. Reuniram-se na praça e em coro foram gritando sua indignação ao projeto de lei até a Câmara de Vereadores da cidade. Mesmo com uma baita chuva caindo o pessoal não desanimou e provou estar engajado na proposta.

Apenas quero parabenizar a iniciativa dos envolvidos por simplesmente manifestar-se em favor do que acreditam ser o melhor. Que a população se encorage com tais atos e também tome atitude quando for necessário!

12 de novembro de 2009

Bolsa Celular

Bolsa Celular?!? Não bastasse a Bolsa Família e mais "trocentas" medidas assistenciais criadoras de vagabundos, o governo federal estuda a possibilidade de criar a Bolsa Celular. Só pode ser piada!!

Segundo o Ministério das Comunicações, a idéia é beneficiar os já beneficiados pela Bolsa Família com um aparelho celular e R$ 7,00 de crédito mensais. As operadoras cederiam os aparelhos em troca de incentivos fiscais. Pelos cálculos do ministro, possibilitaria um investimento de 2 bilhões de reais em 2 anos para as companhias telefônicas. Sendo assim, quase 12 milhões de famílias receberiam um aparelho celular gratuitamente. Tá barato!

É difícil até tecer qualquer comentário, pois é simplesmente sem noção o projeto. É uma política assistencial inútil. O trabalhador sua pra conseguir manter seu celular com um pingo de crédito enquanto quase 10% da população recebe de graça. Realmente inexplicável! Estou indignado!

11 de novembro de 2009

Novas Gravações

Nos últimos dias pensava nas gravações que já fiz das músicas das minhas bandas no decorrer dos meus anos de músico. Percebi uma grande evolução em todos os sentidos quanto a esse trabalho. Ótimo! Muito bom saber que as coisas estão se desenvolvendo no caminho correto e melhor ainda conseguir perceber que o aprendizado está crescendo cada vez mais.

Tudo começa na produção da música já pensando tanto na versão para gravar, como na versão ao vivo. Já pensando na gravação, fui esquematizando como gravar, quantos riffs, qual a ordem e tudo mais (parece óbvio, não é). Durante a gravação as coisas foram mais simples que as vezes anteriores. Talvez por um certo conforto por já ter passado por isso e como já estava a maior parte já esquematizada, não tinha muito com o que se preocupar. E no final se vê o resultado. Maravilha!

Claro que deixei muita coisa pra trás que passam despercebidas durante todo o processo e somente no resultado é que se pensa como poderia ter sido feito de uma forma diferente. Felizmente não é nada que comprometa o bom produto final. No processo de lapidação das músicas para finalizar o cd, aprendi muita coisa sobre todo o processo. Isso me fez pensar como nas outras gravações de anos atrás eu era um inexperiente ignorante quanto ao trabalho em estúdio. Normal, afinal ninguém nasce sabendo! Todavia, percebi que ainda existe muita coisa, muitos detalhes importantes a serem assimilados para o próximo trabalho. A vida é um constante aprendizado...

Veja o vídeo dos bastidores das gravações...



MOUAI - 135

10 de novembro de 2009

As Ruas Solitárias

Estava eu voltando do local do meu mais novo ofício de madrugada e tive uma sensação estranha. Estava achando engraçado alguma coisa e não sabia o que era. Até que pela metade do caminho descobri o que me intrigava. Era a solidão das ruas nas madrugadas durante a semana.

Sempre que andava na rua neste horário era voltando de festas ou coisas do tipo nos finais de semana e sempre encontrava as ruas com um certo movimento dos outros que também aproveitavam a noite do final de semana. Porém, muito raramente andava durante a semana, ainda mais numa segunda-feira, pela madrugada caxiense. Não encontrava uma alma viva pelas retas e curvas da cidade. Praticamente atravessei a cidade e encontrei 3 carros, 1 andarilho e 1 catador de lixo, só. Quando estava perto de casa já nem sabia mais porque olhava pros lados no sinal vermelho, não havia ninguém mesmo!

Não estava acostumado em andar só pelas ruas. Estava mais acostumado ao trânsito por vezes caótico, outras mais tranquilo, mas mesmo assim movimentado. De certa forma gostei, pude sentir um espírito maior de liberdade, fica mais interessante de refletir sobre a vida. Na verdade estava louco pra chegar em casa, pois estava morto de fome e bastante cansado. Foi apenas uma breve companhia às ruas solitárias da madrugada...

9 de novembro de 2009

Saudade de uma Orquestra

Hoje percebi que esqueci de ir em um concerto aqui perto de casa. Iria ter uma apresentação de uma orquestra, e eu simplesmente adoro assistir orquestras. Quando vi que já havia passado da hora, fiquei muito indignado comigo mesmo e comecei a pensar quando foi a última vez que assisti uma apresentação de orquestra... Lembro de algumas, mas não lembro quando foram... Isso me bateu uma saudade... O que me alivia é que está chegando o Natal e sempre há concertos por perto. Agora é só ficar de olho pra não perder novamente. Quem souber, me avisa!

Enquanto isso, ficamos com uma apresentação muito interessante desse quinteto tocando uma música que toquei por muito tempo com algumas bandas e gosto pra caramba...

8 de novembro de 2009

Futebol Feminino?!?

Mulheres jogando futebol sempre foi um divertimento para mim. Digo isso lembrando dos tempos de escola, em que a bola saía ilesa, mas as canelas... Sem falar naquele bolo de mulheres amontoadas ao redor da bola, todas querendo dar um chutinho e sem saber pra onde normalmente. E com um detalhe espetacular, os braços dobrados voltados para cima como se estivessem com uma arma apontada e passinhos curtos como se estivessem com os cadarços amarrados no outro tênis. Sempre foi algo cômico!

Mas atualmente as mulheres estão mandando ver. Tem algumas gurias que já humilhando muito homem nas quadras e campos. Aí sim é legal de ver! E quando as mulheres jogam, se consegue enxergar mais futebol, pois na maioria das vezes não existe aquele jogo truncado ou forte como no futebol masculino. As faltas aparentemente parecem ser mais leves e se tem mais respeito pelo atleta adversário. Aparentemente...

Elizabeth Lambert, jogadora do New Mexico Lobos, provou que o jogo é tenso. Recentemente, em apenas um jogo do campeonato universitário, protagonizou cenas inacreditáveis de violência. A guria mandou ver nas adversárias! Fez coisas inadmissíveis, soco nas costas, puxada de cabelo... Pra ela cotovelada na nuca é carinho, só pode! Mas o que mais me chama a atenção é a falta de punição e, principalmente, a falta de reação das jogadoras do outro time. Se isso acontecesse no Brasil, alguém iria pra cadeia ou pro cemitério...

7 de novembro de 2009

O Poder de um Vestido

Ela tem 20 anos, estuda turismo e seu erro foi ir a aula com uma roupa de festa. Um vestidinho curto, uma minissaia, em outras palavras, o caos e a desordem. Um vestido fez com que cerca de 700 universitários insultassem fortemente uma aluna da Uniban em São Bernardo do Campo. Pode?!?

A estudante teve que se refugiar na sala de aula para não ser atacada por outros estudantes. Na hora do intervalo o tumulto aumentou, com centenas de pessoas esperando a moça sair da sala. Tudo acabou quando a garota saiu da universidade escoltada pela polícia debaixo de um coro ofensivo contra ela. Dezenas de vídeos pipocaram no YouTube no mesmo dia. E tudo por causa de um vestido!

É incrível, coisas muito mais vulgares e piores acontecem todo o dia e não tem a mesma repercussão. E o lugar do ocorrido, teoricamente, deveria ser frequentado por pessoas com mente aberta e que saibam respeitar e acolher as diferenças. Acho inadimissível um evento desse dentro de uma universidade. Tem muita gente que não tem vergonha na cara!

6 de novembro de 2009

Fato bizarro...

Se você é músico, jovem e gosta de fazer trilhas para compor, CUIDADO! Há poucas semanas, uma cantora canadense de 19 anos chamada Taylor Mitchell teve um triste destino. Estava embalando na cena musical canadense depois de seu primeiro disco. Foi até indicada a um prêmio nacional por uma de suas músicas. Resolveu parar com os shows para compor novas músicas para um novo disco. Para relaxar e abrir a mente, escolheu correr numa trilha em um parque sozinha. Eis que algo raro e excepcional aconteceu. A jovem cantora foi atacada por dois coiotes enfurecidos. Alguns escursionistas escutaram os gritos de Taylor e com a ajuda de guardas espantaram os animais. Ela foi levada para o hospital com ferimentos graves, porém não resistiu e morreu. Que doidera!

É como eu sempre digo: Aproveite a vida e o sucesso, pois nunca se sabe quando coiotes irão lhe atacar.

5 de novembro de 2009

Gutenberg, um filho da puta genial

Há poucos dias, estava eu em uma gráfica esperando acertarem a impressão do encarte do EP da banda, quando avisto na parede um quadro sobre Gutenberg. Nada mais apropriado homenagear o pioneiro da impressão em uma gráfica. Havia aquela imagem clássica dele e seus amigos examinando a primeira página impressa e logo abaixo um pensamento sobre o feito dele. Comentava sobre a grande invenção que fez e a gigantesca contribuição para a divulgação do cristianismo, uma vez que a primeira coisa impressa por suas máquinas foi a Bíblia. Eis que me veio essa linha de pensamento...

E se o sr. Johann Gutenberg tivesse impresso algo de outra religião, o Corão, ensinamentos do Buda ou mesmo as filosofias de Aristóteles, será que o cristianismo ainda assim seria tão forte e predominante no mundo? No século XV a religião já estava bastante disseminada, porém será que a primeira impressão em massa de outra doutrina poderia modificar o panorama mundial? Talvez sim, talvez não. Provavelmente seria execrado por ser contrário a Igreja. Possivelmente abriria os olhos de muitos já bitolados pelas doutrinas cristãs. Nunca saberemos.

É isso que me faz classificá-lo como um filho da puta genial. Incontestável o enorme progresso que ele proporcionou à humanidade. Posteriormente pudemos ler e compartilhar muitos escritos importantes que foram responsáveis por inúmeras evoluções intelectuais na história mundial. Contudo, na minha concepção, também é um baita filho da puta por espalhar exemplares da Bíblia e disseminar o cristianismo. Sou contra religião e o fato da Bíblia ter sido a primeira impressão me deixa um tanto indignado. Agora já foi...

De qualquer forma, agradeço o genial Gutenberg pelo seu avanço tecnológico. Foi o pioneiro do "CTRL + P". Mas bem que ele poderia ter impresso uma coisinha melhor, não é?!?

4 de novembro de 2009

Faith No More

Show do Faith No More, como descrever?!? Nada melhor que uma versão de Epic...

Você pode sentir, ver, ouvir isso hoje? Se não consegue, então não importa de qualquer forma. Você nunca irá entender pois acontece tão rápido e é tão bom, é como andar no vidro. É legal, está na moda, é bacana, é groovy, é fora da casinha. Pode tocar, cheirar, provar é tão doce, mas não faz diferença pois tira os pés do chão...


Show fodástico o de ontem no Pepsi On Stage em Porto Alegre. A banda de abertura foi palha, pra não dizer porcaria. Pronto, disse! Mas vamos ao que interessa, Faith No More. Quando se aproximava da hora do show olhava pra trás e não via muita gente, ou melhor, não parecia estar lotado o espaço. O mezanino estava bem pouco povoado. Por isso achei que o show não fosse render tanto como deveria. Porém, felizmente estava enganado. Como não houve uma grande divulgação do show, apenas os fãs mesmo foram. E todos cantaram todas as músicas do início ao fim. Foi incrível! Logo na primeira música, From Out Of Nowhere, deu pra sentir o impacto das vozes de todas as pessoas que estavam anciosas para soltar o gogó e acompanhar a voz de Mike Patton. Simplesmente demais!

Pra aumentar o ânimo de todos, algumas gurias subiram nos ombros de alguns rapazes e começaram a tirar as partes de cima da roupa, mostrando seus peitos para a galera. Não bastasse isso, algumas músicas depois, uma delas foi protagonista da cena mais bizarra que já vi em grandes shows, a guria pagou um guloso no meio do público sem vergonha nenhuma. Caramba! Bom, nem vou comentar mais sobre isso... hehehe...

Pra ter uma noção de como o show estava bom, a banda voltou 3 vezes para tocar novamente depois de terminar o show. E cada vez que voltavam o público agitava mais ainda! Até consegui uma palheta de souvenir! Sem falar que levei meio que um tapa do Mr. Thousand Voices quando se jogou na galera! Maravilha! Com certeza um dos shows mais legais que já vi. Um sonho realizado!

3 de novembro de 2009

Após uma semana...

... e alguns dias, volto a postar no meu estimado blog!! \o/

Bah, fiquei meio triste por não ter tido tempo para postar durante estes últimos dias, mas foi por uma boa causa. Estive envolvido com a gravação e produção do EP de uma das minhas bandas, a Mouai (que antes chamava-se DoubleBluff). Foi uma correria infernal! Em cerca de duas semanas com a formação nova, já decidimos e fomos ao estúdio para registrar o trabalho que estava sendo feito. Gravamos quatro músicas próprias que ficaram super bacanas! O projeto todo culminou no último domingo, com o show de lançamento no Vagão, junto com o Pantera Cover. Show de desatarrachar o pescoço!!

Nesta última semana que passou, estava bastante preocupado e estressado com o trabalho de desenvolvimento do EP e mais as coisas normais da vida. Contudo, todo esforço sempre gera algo muito positivo. No caso foi uma aprendizagem sem tamanho. Acompanhando os profissionais que estavam nos ajudando pude entender melhor muita coisa relacionada a gravações, trabalho em estúdio, mixagens e outras derivadas desse ambiente musical, finalizando com uma master "aula" de masterização. Essa foi uma parte do aprendizado. Outra, também muito importante, ocorreu nos papos e cafés entre uma jornada e outra. Coisas da vida, de música, de experiências, de piadas e de verdadeiras pérolas, tanto filosofais como idiotas...

Gostaria de deixar registrado um agradecimento aos que participaram efetivamente desse aprendizado: Campa, Vento, César, Fer Gallardo, meus companheiros de banda Fiu, Rafa e João, minha digníssima namorada Lí que está sempre disposta a me apoiar e faz clarear muitas coisas obscuras na minha mente. Aproveitando o momento, também quero agradecer ao apoio incondicional de algumas pessoas que são verdadeiros amigos: Rafa e Fabi, Ramona, Pelli e Kid. E também um agradecimento especial aos amigos antigos companheiros de banda Leo e Coks, com quem aprendi muita coisa em tantos anos tocando juntos em diversos projetos diferentes. Maravilha!

Aí está o motivo da não-postagem dos últimos dias, vale a pena conferir...


... e agora voltamos com a nossa programação normal!

23 de outubro de 2009

Ridículo

Que polêmica esse Guitar Hero 5 com Kurt Cobain! O coitado deve estar se revidando pacas no descanso eterno. Que ridículo! Simplesmente ridículo! Não respeitaram a imagem do líder do grunge nem um pouco...

Dave, Krist e Courtney disponibilizaram duas músicas para o game. Até aí tudo bem. A imagem do avatar, personagem, foi cedido pela Courtney. Aí começou a estragar tudo. Quando saíram as primeiras imagens do personagem de Kurt cantando Public Enemy, Bon Jovi, entre outros, o negócio desandou... Onde é que já se viu Kurt Cobain cantando esse tipo de coisa? Algumas dessas ele até desprezava publicamente! Seria a mesma coisa que colocar Elton John cantando Sepultura ou Bono Vox cantando Brujeria ou então Max Cavalera cantando Björk... Inadmissível!

Há boatos que a Courtney nem prestou muita atenção no contrato, apenas assinou, pegou a grana e foi embora. De repente a empresa responsável pelo game realmente tenha o direito de utilizar a imagem como bem entender durante o jogo. Porém, um mínimo de bom senso é esperado! Até mesmo algo simples como bater palmas não fecha com Kut Cobain. Por vezes ele pediu para o público não bater palmas pois perdia a concentração... Gostava de Guitar Hero, mas depois dessa mancada passei a desprezar um pouco o jogo...

Abaixo o motivo da minha indignação...

22 de outubro de 2009

Rir é o melhor remédio

Como é bom dar uma boa gargalhada! Como diz o ditado, rir é o melhor remédio! Anima, relaxa, integra as pessoas, se faz amizades e tudo mais... Não tenho muito pra falar hoje, apenas compartilhar uma risada gostosa... Tente não rir!!

21 de outubro de 2009

Gurizada Fazendo Bonito

Ontem fui ao Jaconi e vi uma vitória meio sofrida do meu time. Ás vezes acontecem uns blackouts na defesa e já se começa a sentir um cheirinho de merda, pois a cagada está por vir. Bom, nesse ponto do campeonato, o importante são os três pontos. Não dá pra entender... temos bons jogadores, boa comissão técnica, boa estrutura, boa torcida, mas as coisas não funcionam... Enquanto isso, a gurizada do Juventude está fazendo muito bonito...

O time sub-15 foi campeão invicto da II Copa Internacional de Futebol Infantil Ruben Paz. A equipe ganhou os seis jogos que disputou, marcando 36 gols e não sofreu nenhum. Que beleza, hein! Os garotos foram comandados por um técnico interino, pois o principal está comandando a seleção brasileira da categoria. Parabéns, gurizada!

Já no estadual sub-17, nossa equipe disputou 24 jogos. Venceu 21 e empatou 3. Possui um saldo positivo de 50 gols. Classificou-se com a melhor campanha para a próxima fase. Ainda no sub-17, nosso atacante Zezinho está treinando entre os titulares da seleção brasileira que disputará o mundial na Nigéria logo mais. Show de bola!

Os garotos estão fazendo muito bonito mesmo, porém os profissionais estão decepcionando. Uma campanha medíocre na série B do Campeonato Brasileiro, lutando desde o início para não cair. Que vergonha! Nos resta torcer para que os resultados venham, que fiquemos pelo menos na série B e que no ano que vem as coisas melhorem. A torcida está de pé! Vamo que vamo JUVE!!!

20 de outubro de 2009

De Olho no Congresso

Dois projetos de lei me chamaram bastante a atenção nos últimos dias. O primeiro tratava da possibilidade dos eleitores revogarem o mandato do político eleito caso estejam descontentes com a atuação dele. O segundo era sobre os políticos eleitos passarem a ser obrigados a matricular seus filhos em escolas públicas. Muito interessante!

O primeiro projeto é muito bom. Quantas vezes não tivemos vontade de mandar embora aquele político que fez uma cagada imensa ou que teve conduta suspeitável? Pois nada mais justo o próprio eleitor, os que escolheram e os que também estão sendo representados pelo eleito, retirar o mau político do cargo. Na sua empresa não é assim? Então por que no meio público não é? Ainda mais em cargos representativos como o Executivo e o Legislativo. Na votação da lei já poderemos ver e desmascarar alguns políticos. Os que não tem rabo preso não se incomodarão e os que são bons apoiarão sem pestanejar.

O outro projeto, acerca dos políticos eleitos serem obrigados a colocar seus filhos em escolas públicas, também é bastante interessante. Em primeira análise, parece um tanto antiquado, pois retira a livre escolha dos pais escolherem onde matricular seus filhos. Porém, a idéia é melhorar o ensino brasileiro na marra. Os políticos não vão querer uma escola ruim para os filhos. Consequentemente o ensino público receberá mais incentivos e aos poucos melhorará. Boa iniciativa do Sr. Cristóvam Buarque.

De qualquer forma, mesmo que os projetos não sejam aprovados, poderemos desmascararm vários políticos que estão no Congresso. Os dois projetos incitam o caráter deles. São questões delicadas para os ladrões de colarinho. Portanto, prestemos atenção!!